Av. Amália Rodrigues n-190 ,1ªandar, loja E, 2785-613 Tires +351 21 130 0068
Artigo
A depressão é um dos problemas de saúde mental mais comuns. Pode fazer-nos sentir tristes, desesperados, inúteis e sem valor, desmotivados e exaustos. Pode afectar a nossa auto-estima, o nosso sono, o apetite e o desejo sexual, podendo interferir com as nossas actividades diárias e, às vezes, com a nossa saúde física. Costumamos usar a expressão “estou deprimido” quando nos sentimos tristes e muito insatisfeitos com a nossa vida. Mas normalmente, estes sentimentos passam. É normal sentirmo-nos tristes e infelizes com a perda de alguém que amamos, com uma separação ou com uma grande desilusão / frustração. Estas reacções emocionais são adequadas á situação que estamos a viver e têm uma duração limitada. Contudo, se estes sentimentos interferirem com a nossa vida e não desaparecerem após duas semanas, ou se estiverem constantemente a voltar, podemos estar deprimidos no sentido clínico do termo. Na sua forma mais leve, a depressão significa que nos sentimos mais em baixo. Não nos impede de continuar com a nossa vida normal, mas torna tudo mais difícil de fazer e fazparecer que o nosso esforço é inútil e em vão. Na sua forma mais grave, a depressão pode ameaçar a nossa integridade física e fazer-nos ter vontade de desistir de viver (suicídio). A DEPRESSÃO MANIFESTA_SE: 1-Nos nossos sentimentos (sentimo-nos triste, desesperados ou vazios, choramos facilmente e isolamos-nos dos outros) 2-Nos nossos pensamentos ( temos dificuldade em nos concentrarmos e tomarmos decisões, culpamo-nos por tudo e vemos sempre o lado negativo do que acontece) 3- Nos nossos comportamentos ( deixamos de fazer actividades que nos davam prazer, evitamos situações e não nos apetece falar) 4- E no nosso corpo ( temos dificuldade em dormir ou dormimos demasiado, sentimo-nos sem energia e perdemos o apetite ou comemos em excesso, consumimos mais tabaco ou álcool do que é habitual) A depressão não é fita nem falta de força de vontade, a depressão não se resolve com pensamento positivo, nem basta a pessoa reagir. Se está deprimido, pode sentir que nada nem ninguém o conseguirá ajudar. Mas isso não é verdade, existem tratamentos eficazes e a maioria das pessoas recuperam de episódios e de períodos depressivos Entre em contacto connosco através dos telefones 211 300 068 / 966 683 273(WhatsApp) ou pelo e-mail geral@sementesdamor.pt
0

Artigo
Para quem pretende mudar a sua vida pessoal,ter o acompanhamento de um Life Coaching é o melhor investimento possível de realizar. Existem pessoas imparáveis e bem sucedidas na vida, mas será que essas pessoas não precisam também de um guia? Sim, em muitos casos é esse guia, esse mentor, esse personal life coach que suporta pessoas bem sucedidas assim como as guião diariamente no sucesso. Músicos e Cantores de renome, atores que ganham óscares, figuras públicas da televisão, pessoas bem sucedidas nos negócios, etc., têm preocupações e incertezas, tomam decisões como todas as pessoas. Por maior que seja o nível de sucesso surgem dúvidas e perguntas como qualquer outro ser humano, muitas vezes ainda mais complexas devido à sua popularidade e imagem. Ser rico e famoso implica gerir um conjunto de situações pessoais, lidar com os seguidores, com a exposição feita por jornais e revistas à sua vida pessoal, lidar com o dinheiro e o que fazer com o mesmo. O life coach é a pessoa a quem recorrem para falar dos seus problemas e dúvidas. É o life coach que ajuda a tomar consciência das decisões relativamente aos objectivos profissionais, às realizações pessoais. Muitas celebridades ao ganhar notoriedade e riqueza perdem a felicidade que tinham quando iniciaram as suas carreiras de sucesso, deixam de ter o objectivo que as fez mover a chegarem onde chegaram. Recorrer a um life coach permite-lhes reencontrar-se consigo mesmas, ter uma visão diferente de onde está neste momento como pessoa e para onde quer ir. É habitual encontrar-se pessoas que têm objectivos bem definidos do que querem atingir, do que se querem tornar ou saberem o crescimento que pretendem. Lutam para atingir esse objectivos mas raramente saem do mesmo, ou perdem a motivação. Porquê? Tudo parte de dentro, da capacidade interior da pessoa em fazer mover tudo ao seu redor mas muitas vezes é essa sua força interior que não conseguem encontrar. Um Life Coach pode ser a inspiração que precisam, pode ser o guia que as faz encontrar o equilíbrio necessário para que não percam o rumo, não percam a desmotivação e na maior parte das vezes o atalho para que os objectivos sejam atingidos mais rapidamente. Life Coaching significa que alguém está a investir o seu tempo em si, significa que existe alguém com experiência, visão e conhecimentos que o(a) fará mover, ver as situações de outro prisma e o(a) ajudará a tomar as decisões certas para o seu crescimento como pessoa. Será que os passos que está a dar são os certos? Será que consegue atingir os seus objectivos por si próprio? Será que existem formas mais rápidas de tornar realidade o que se propõem a fazer na vida? A verdade é que a maior parte das pessoas não tem um mentor ou um Life Coach. No entanto um dos melhores conselhos do mundo dado por muitos e diversos especialistas é: O caminho mais rápido para o sucesso é encontrar um mentor que o ajudará a atingir os objectivos muito mais rapidamente Se pensa que consegue atingir ao que se propõe por si mesmo, a verdade é que o fará muito mais rapidamente, com menos stress e com um investimento menor encontrando um mentor que o ajudará a encontrar o melhor caminho, a descobrir mais de si mesmo, a fazê-lo pensar de maneira diferente e abrir-lhe as portas para o seu sucesso. Os limites que coloca a si mesmo e a sua força interior adormecida é algo que deixará de existir porque terá sempre alguém que “puxe” por si, que lhe mostrará a solução e o caminho. As maiores decisões que tem de tomar para si e/ou para a sua empresa, podem deixar de ser uma dor de cabeça, muitas vezes porque não tinha visto o problema de outra forma. Um Life Coach dar-lhe-á a confiança e motivação necessária, despertará em si uma visão diferente da sua vida e dos problemas que espera resolver. Para isso basta que dialoguem sobre os temas da sua preferência, basta dar-se a conhecer e dar a conhecer o seu mundo. Se pensa que um Life Coach é dispendioso, experimente pagar o preço da mediocridade. Quando tentamos fazer as coisas por nós próprios em regra geral estamos a ir pelo caminho mais longo, estamos a gastar o nosso precioso tempo e a deitar dinheiro fora, porque na vida podemos ganhar imenso dinheiro mas não podemos comprar mais tempo. Quanto está disposto a pagar por alguém que o(a) ajudará a retirar as pedras que estão no seu caminho, e que muitas das vezes foram postas por si mesmo(a)? Qual o preço da sua felicidade, da realização dos seus objectivos? Na maioria das vezes as pessoas limitam-se inicialmente a ver o preço hora de um Life Coach profissional como um custo, não como um investimento. O tempo demonstra que as pessoas ao saberem balançar os seus objectivos pessoais e/ou empresariais, com o seu modo de vida, com a família e com o dinheiro que podem ganhar, reconhecem que não existem preços impossíveis, existe apenas algo tão importante como vontade de realização. Esteja onde estiver, poderá iniciar esta experiência connosco de diversas formas. Poderá ter o seu Life Coach em Portugal na Clínica Sementes D’amor, em Tires. Poderá ter o seu Life Coach na sua empresa, no seu escritório, na sua residência ou onde se sentir melhor para expor os seus objectivos, partilhar as suas experiências, ouvir e ser ouvido, e visualizar o seu futuro como o gostaria. Entre em contacto connosco através do tel: 211 300 068 / 966 683 273 ou pelo geral@sementesdamor.pt
0

Artigo
A osteopatia pode ajudar as mulheres grávidas nos traumas de origem mecânica, por exemplo, lombalgias, ciática, cervicalgias e dores nos ligamentos. Pode agir tambem nos traumas gástricos, prisão de ventre, pernas pesadas, etc. Em geral irá ajudar a mulher grávida a se movimentar melhor e dormir melhor.   Durante a gravidez, a coluna vertebral é fortemente solicitada devido ao peso do bébé. As tensões aparecem e as futuras mães não sabem como conseguir um alivio dessas dores/tensões, principalmente durante o sexto ao nono mês de gravidez. O osteopata irá com manipulações muito suaves reequilibrar a bacia, vértebras, crânio e articulações da mulher grávida. O conforto e o alívio de tensões são os principais fatores que levam as mulheres grávidas a consultar um osteopata. As lombalgias, dores nos ligamentos, dores de cabeça, problemas de circulação, cervicalgias, refluxo gástrico, insónias entre muitas outras. O osteopata irá agir na globalidade do corpo da mulher grávida. Manipulando suavemente as zonas em causa, o profissional encarrega-se de melhorar a mobilidade das estruturas. A bacia aliviada irá permitir um parto mais suave.
A osteopatia para mulheres grávidas não substitui o curso de preparação para o parto! Quais são os resultados que podemos esperar? Uma ou duas consultas de osteopatia devem ser suficientes para acalmar a dor, especialmente durante o terceiro trimestre de gravidez. Há algum risco para a mãe ou para o bébé? As técnicas de osteopatia podem ser praticadas em qualquer fase da gravidez. A única dificuldade desta prática para o profissional reside no facto de não poder deitar a mulher grávida em decúbito ventral (de barriga para baixo) durante as manipulações. Não existe nenhuma consequência para a saúde do bébé, visto que o trabalho do osteopata é direcionado principalmente no reequilíbrio das zonas afectadas.
0

Artigo
A osteopatia pediátrica permite detectar, corrigir e tratar eventuais desequilíbrios  ou traumas no bébé e nas crianças. Cada vez mais os pais recorrem a osteopatia para o tratamento dos seus filhos. De uma maneira geral é possível levar o seu filho a um osteopata uma vez por ano para fazer um balanço global. Mas alguns períodos de desenvolvimento de uma criança necessitam mais particularmente a atenção dos pais. Entre o 0 e os 2 anos de idade, a criança pode ser seguida depois da sua nascença para verificar se o parto não gerou qualquer traumatismo.
 Aos 6 meses, uma visita ao osteopata irá permitir controlar o seu desenvolvimento psicomotor, ajudando a criança a adoptar uma boa postura no inicio dos seus primeiros passos. A etapa dos primeiros passos da criança é essencial, visto que irá mobilizar a sua bacia, articulações do joelho e tornozelo. Restabelecer o equilíbrio do corpo pode ajudar a criança a andar mais facilmente. Como os adultos, a osteopatia pediátrica preocupa-se com as crianças que apresentam infeções  ORL (otites, sinusites, etc.) ou infeções pulmonares. Para bronquites, por exemplo, o osteopata irá procurar se existe uma restrição de movimento ao nível do diafragma. Se for o caso, a drenagem poderá não se fazer corretamente favorecendo assim a instalação de agentes infecciosos. O osteopata vai então procurar voltar a dar mobilidade ao corpo para este voltar a ter o seu equilíbrio.   As dores nas costas ou nos membros são frequentes nos adolescentes durante o seu crescimento. Quanto mais cedo forem encontradas pelo osteopata mais facilmente ele terá meios para intervir e prevenir essas dores. Ele ira reequilibrar o corpo e se possível poderá trabalhar com a colaboração de um ortopedista, pediatra e até mesmo de um dentista. Uma má colocação da mandíbula pode ter repercussões ao nível da cervical e lombares e vice-versa. Graças a sua abordagem global ao corpo um osteopata pode perceber qual é a origem da dor.
0

Artigo
Às vezes, quando os sentimentos de medo e ansiedade são em excesso e nos sobrecarregam, podemos experiênciar um ataque de pânico. Um ataque de pânico é uma resposta exagerada do nosso corpo ao medo ou ao stress. De repente somo invadidos por um conjunto de sensações intensas como o batimento rápido do coração, sensação de desmaio, suores, náuseas, dores no peito, dificuldades em respirar ou sentimento de perder o controlo. Podemos pensar que estamos a enlouquecer, a desmaiar ou ter um ataque cardíaco.Podemos até ficar convencidos que vamos morrer, o que torna esta experiência ainda mais atemorizante. Os ataque de pânico podem acontecer sem razão aparente e podemos não compreender porquê. Quando experiênciamos múltiplos ataques de pânico de forma completamente imprevisível e sem sermos capazes de identificar o que os provoca, podemos ter uma perturbação do pânico e viver no medo constante de experiênciarmos um novo ataque. A mera possibilidade de experienciar outro ataque de pânico pode trazer tanta ansiedade que causa de facto um ataque de pânico. É muito difícil lidar sozinho com os ataques de pânico e a sua intensidade e frequência podem aumentar ao longo do tempo. Existem intervenções eficazes como a psicologia e a hipnose que pode fazer reduzir e gerir a ansiedade.
0

Artigo
HIPERACTIVIDADE As crianças com perturbação de hiperactividade com défice de atenção (PHDA) têm dificuldades em concentrar-se e tomar atenção durante muito tempo, distraem-se facilmente, fazem as coisas sem pensar e são demasiado activas (por exemplo, é-lhes difícil estar sentadas e quietas no mesmo sítio). Também não é fácil para elas seguirem regras ou esperar (poe exemplo, podem interromper as conversas ou falar por cima dos outros). Por causa destas dificuldades algumas crianças também têm problemas na escola e na realização das tarefas escolares, sentem-se ansiosas e com pouco auto-estima, têm dificuldades em manter os seus amigos e podem ter um comportamento desafiante e agressivo. Na verdade, qualquer um de nós (crianças, jovens ou adultos) pode experimentar períodos de alta de concentração, impulsividade ou hiperactividade. Mudanças importantes na nossa vida também podem, temporariamente, provocar comportamentos que são típicos da PHDA. Existem tratamentos eficazes para a PHDA, com a psicologia e a hipnose é possível gerir comportamentos de uma criança com hiperactividade e melhorar a sua qualidade de vida. Se identificar estes sinais no seu filho ou noutra criança, procure ajuda.
0

Artigo
A osteopatia visceral é um tratamento osteopático que visa o tratamento dos seus órgãos internos de forma não invasiva através de uma estimulação manual e sem recurso a medicamentos. Esta prática é considerada uma terapia não convencional, mas que tem vindo a mostrar resultados positivos em diversos estudos efetuados. Vamos conhecer o que é a osteopatia visceral e no que o(a) pode ajudar. O corpo e os órgãos estão em movimento, movimento esse que deverá estar em perfeito equilíbrio. Até mais recentemente sempre foi focado com mais ênfase o sistema locomotor (ossos, músculos e a articulação) sendo que aos órgãos interiores pouco era dado o devido valor mas o fato é que o corpo humano é um todo, e compreende-se cada vez mais a ligação que existe entre o sistema locomotor, o sistema nervoso e o importante elo de ligação que existe entre ambos, as vísceras. Estes três sistemas influenciam-se uns aos outros, sendo extremamente importante que haja sintonia entre todos. Quando existe uma perturbação entre estes sistemas existe uma disfunção osteopática visceral. A limitação do movimento de um órgão vai influenciar outros órgãos, ou outros sistemas. Qualquer disfunção numa víscera resulta no que podemos chamar, uma restrição da víscera. Este acontecimento, a víscera em questão deixa de se mover livremente na sua própria estrutura, influenciando uma outra estrutura anexa. O corpo é obrigado a compensar esta situação e que evolui para um problema funcional e eventualmente se esta compensação do corpo for inadequada a um problema estrutural. Princípios Básicos da Osteopatia Visceral: .O movimento é vida .A estrutura do ser humano é indivisível .A auto regulação do corpo .A estrutura e a função condicionam-se mutuamente .Os fluídos corporais devem circular normalmente. A utilização desta técnica é um importante contributo para o bem estar da pessoa podendo inclusive ser utilizada como medicina preventiva. As funções de cada víscera está intimamente ligada à forma como se movimentam, e o fato de este movimento poder ser modificado manualmente de forma indolor, não invasiva e sem a aplicação de fármacos é extremamente importante para qualquer pessoa que considera importante a sua saúde. No diagnóstico procuram-se por exemplo anomalias na postura, cicatrizes, posição dos ombros, as convexidades e concavidades do corpo, etc., visto que interpretando corretamente estas anomalias, é mais fácil ao Osteopata compreender que órgãos estão afetos. A observação e palpação permitem na maior parte das vezes um rápido diagnóstico. O tratamento não recorre a químicos, apenas ao trabalho experiente do osteopata de modo a devolver o movimento correto dos órgãos e quando necessário a sua reposição. O osteopata atua assim direta ou indiretamente no órgão utilizando técnicas de pressão e/ou descompressão, vibratórias ou oscilatórias. O corpo tem capacidades de regeneração, estando assim a cura nas mãos do próprio paciente, o osteopata ajuda somente neste processo concentrando-se no bem estar da pessoa. A manipulação visceral ou a osteopatia visceral são termos que soam complexos e técnicos. O estudo aprofundado e a prática podem no entanto formar excelentes profissionais. É no entanto importante a escolha de um Osteopata que domine as diversas áreas da Osteopatia, que as saiba relacionar de modo a obter os melhores resultados possíveis para o paciente. A osteopatia visceral tem-se mostrado muito eficaz e benéfica em diversos tipos de patologias, mas é igualmente importante na prevenção das mesmas. Alguns problemas que podem ser eficazmente tratados por esta abordagem holística são por exemplo patologias do foro gástrico, intestino irritável, gastrite mas tantas outras como distúrbios renais, patologias de origem visceral, alterações cardíacas, alterações do ciclo menstrual, etc. A vida consiste em movimento, os nossos órgãos movimentam-se, o nosso sangue movimenta-se. Um corpo saudável é um corpo onde todos os nossos sistemas se podem corretamente movimentar. A osteopatia “escuta” a pessoa, o seu tipo de vida, o seu ambiente e possibilita uma prevenção para muitos e diversos problemas. A osteopatia visceral, integrada com outras técnicas osteopatas promove a tendência natural do corpo em ser saudável e a curar-se. O seu bem estar e uma vida mais saudável podem estar ao alcance de uma consulta com um especialista. Marque a sua sessão através do tel 211 300 068 / 966 683 273
0

Artigo
A Osteopatia no desporto tem cada vez mais um peso na nossa sociedade porque atualmente a prática de atividade física tem feito de alguma forma cada vez mais parte do nosso quotidiano. Seja por lazer ou como na alta competição, a procura da boa forma física tem sido sempre e cada vez mais associada a uma perspectiva de saúde e bem estar. Grande parte das lesões desportivas acontecem por um desequilíbrio postural do atleta ou por um elevado ritmo de treino e competição sem o devido descanso ou até mesmo por uma má utilização de um equipamento de musculação. O treino e o descanso são igualmente importantes para uma boa performance de um atleta e este nem sempre é respeitado. Qualquer perca de mobilidade de uma articulação, de um músculo, de ligamentos pode provocar um desequilíbrio no estado de saúde. Para os atletas uma simples contractura até uma dor crónica altera de alguma maneira as suas performances. Os atletas submetem o seu corpo a vários constrangimentos importantes. O conjunto de estruturas biomecânicas é solicitada tais como articulações, músculos, tendões e ligamentos. O osteopata saberá, pela sua ação específica sobre o conjunto do corpo reconhecer e tratar as verdadeiras causas das dores que estão a limitar a prática de qualquer atividade desportiva, seja ela praticada por atletas amadores ou por atletas de alto rendimento. Os melhores resultados obtidos com o tratamento por osteopatia são os problemas ditos funcionais, isto é, dores em que não sabemos ao certo a sua causa, mas que nos incomodam e isso acontece frequentemente nos atletas. Um organismo bem equilibrado não irá sofrer sobrecargas gastando menos energia para a prática de atividade desportiva. Graças ao trabalho do osteopata a recuperação dos atletas após lesão é cada vez mais rápida, corrigindo os desequilíbrios biomecânicos dos atletas ajudando-os a restabelecer a biomecânica muscular e articular mais rapidamente. O exame de osteopatia irá optimizar uma maior quantidade de oxigénio e energia a nível muscular favorecendo a sua potência e resistência, conseguindo assim o aparecimento de melhores resultados desportivos. As lesões nos jovens atletas são cada vez mais frequentes. As suas capacidades estão no auge e é exigido um enorme esforço físico. O seus corpos estando em crescimento torna-os mais vulneráveis a lesões mas pelo mesmo facto de serem mais frágeis, também os seus corpos regeneram mais facilmente. Um osteopata assim terá mais facilidade em auxiliar o corpo de um jovem atleta a ter as capacidades de se auto curar. A maior parte das equipas desportivas de qualquer desporto, desde o atletismo passando pelo boxe, râguebi, basquetebol, futebol, natação, etc, possuem um osteopata na sua equipa médica que estão focados na prevenção e manutenção melhorando os desempenhos desportivos e prevenido possíveis lesões dos seus atletas. Um exemplo disso é o Osteopata Carl Todd, osteopada consultor da prestigiada equipa de futebol Chelsea e da seleção Inglesa de Futebol. Isto denota a importância dada a esta terapia e que é possível obter melhores resultados desportivos com a utilização da Osteopatia. Existem inclusive associações como a OSCA (The Osteopathic Sports Care Association) que se dedicam em exclusivo a temas relacionados com a utilização da osteopatia no desporto. Assim qualquer exame de osteopatia, seja de prevenção de lesão ou para reestabelecer qualquer tipo de lesão irá optimizar as performance de um atleta como também ajuda-lo a sentir-se mentalmente mais confiante para qualquer prova desportiva. Não deixe de praticar o desporto que gosta, nem deixe que antigas lesões pela prática de desporto ou do trabalho impeçam o seu dia-a-dia. Se vai iniciar-se também no desporto, ou o seu filho está a iniciar a prática de alguma modalidade, não deixe de prevenir o seu bem estar e proporcionar-lhe um maior rendimento com a ajuda da Osteopatia. Marque a sua sessão através do tel: 211 300 068 / 966 683 273
0

Artigo
A composição corporal, que pode definir-se genericamente pela relação massa gorda vs massa muscular, reflete o resultado da atividade física e práticas nutricionais do indivíduo.
Avaliar exclusivamente o peso corporal pode conduzir a resultados menos rigorosos, uma vez que não é possível a distinção entre 1 kg de gordura e 1 Kg de músculo.

Qual a importância da avaliação corporal?

Embora a gordura corporal seja necessária para assegurar uma boa saúde, quando em excesso pode ser responsável pelo aumento dramático do risco de desenvolver doenças como cancro, diabetes e doenças cardiovasculares, entre outras.
Apenas através da avaliação da composição corporal é possível saber com exatidão o que compõe o peso corporal, possibilitando assim a escolha de programas nutricionais e de atividade física adequados a cada indivíduo.
Como manter uma composição corporal saudável?
Mantenha uma alimentação saudável:
– Faça uma alimentação variada;
-Escolha como alimentos base da sua dieta alimentos ricos em fibra, vitaminas, sais minerais e pobres em gordura, tais como frutos, cereais, hortícolas e leguminosas;
-Evite/minimize o consumo de alimentos fritos, folhados e fast-food;
-Evite alimentos salgados e reduza o consumo habitual de sal;
-Beba pelo menos 1,5L de água por dia. Mantenha uma atividade física regular:
-Mantenha-se ativo;
-Faça pelo menos 30 minutos diários de caminhada em passo acelerado;
-Se tiver oportunidade, faça uma atividade física programada e acompanhada (modalidade desportiva, ginásio, piscina, etc.).

>Marcações e informações através do tel: 211 300 068 / 966 683 273 ou pelo E-mail geral@sementesdamor.pt
 
0

Artigo

O que é uma depressão?

A depressão, nas suas várias formas clínicas, assume, hoje em dia, proporções inimagináveis. Ou talvez nem tanto, por existirem muitos casos diagnosticados como sendo de depressão, quando, de facto, se trata de outras situações. 

Depressão terapias alternativas em Cascais e Sintra
Ou pela enorme confusão entre uma tristeza saudável reactiva às situações de vida e uma perturbação do humor.
No entanto, e apesar de tudo, permanece o facto de que cada vez mais pessoas se encontram medicadas e em tratamento de uma situação depressiva. 
A Depressão tem sido uma das perturbações psicológicas mais discutida e avaliada devido à enorme quantidade de pessoas que afectou e afecta…
São uma em quatro pessoas que sofrem de depressão… dá que pensar.
Assim, é fácil fazermos contas e percebermos que existem pessoas que passam por situações como esta, com muito sofrimento, e sem perceberem que não se trata apenas de tristeza que persiste em ficar.
É importante perceber que para além de tristeza prolongada e desinteresse, a pessoa deprimida fica sem vontade ou prazer em levar a cabo actividades que, anteriormente, considerava como agradáveis e sente-se sem energia ou com cansaço persistente.
De uma forma geral, podemos encontrar queixas relacionadas com as funções vitais do seu organismo.
Assim, dá-se normalmente uma modificação do apetite (falta ou excesso de apetite), as horas de sono também ficam alteradas (sonolência ou perda de sono) e o desejo sexual diminui gradualmente… atenção a estes sinais que são muito importantes!
Ao mesmo tempo que todo o corpo começa a manifestar a presença da depressão, é frequente as pessoas deprimidas sentirem-se inúteis e sem valor, com a auto-estima muito em baixo, terem ideias relacionadas com a morte, sentirem-se incapazes de iniciar tarefas que desenvolviam com facilidade.
Poderá considerar que já muitas pessoas sentiram algumas destas queixas ocasionalmente, sobretudo depois de terem passado por situações ou acontecimentos que as marcaram negativamente.
No entanto, é fundamental estar atento à forma como estas queixas se podem tornar uma constante na sua vida, começando de forma gradual…
A depressão é diferente nas mudanças de humor que todos temos pela permanência dos sintomas que a acompanham.
As companhias indesejáveis que, por vezes, tem associadas são: a ansiedade e/ou perturbação de pânico.
E se pensar que não tem idade nem tempo para ter depressão informamo-lo(a) desde já,
Que a depressão não escolhe idades e pode durar desde alguns meses a alguns anos (infelizmente, com falta de tratamento adequado é bem possível que a situação se arraste indefinidamente)!

Depressão terapias alternativas em Cascais e Sintra

De acordo com a sua duração divide-se em episódica, recorrente ou crónica.
A importância do tratamento desta perturbação relaciona-se também com uma das suas consequências mais graves o suicídio.
Sabemos que morrem em Portugal, por ano, 1600 pessoas através de suicídio.
A depressão é mais comum nas mulheres do que nos homens.
A Organização Mundial de Saúde, através de um estudo publicado em 2000 mostrou que 1,9% dos homens tem episódios de depressão unipolar, enquanto nas mulheres o valor sobe para 3,2%.

 

Marcações e informações através do tel:
211 300 068 / 966 683 273
ou pelo E-mail
geral@sementesdamor.pt

0

PREVIOUS POSTSPage 1 of 3NO NEW POSTS